Cerca de 1500 pessoas tornaram a cidade de “Setúbal Mais Bonita”

0
1

Cerca de 1500 pessoas participaram, sábado e domingo, em mais de oito dezenas de intervenções de requalificação do espaço público um pouco por todo o concelho, no âmbito da sexta edição do projeto municipal Setúbal Mais Bonita.

Às nove e meia de sábado, é muita a azáfama perto do Mercado 2 de Abril. O trabalho começou às nove em ponto e o muro entre o mercado e o Centro Elmano Sadino, o antigo Centro de Saúde da Terroa, já está pintado em cerca de metade.

Perto de quarenta pessoas limpam e depois pintam o muro, com muita animação, mas também com profissionalismo e atenção aos pormenores para se deixar um trabalho bem feito, o que é respeitado até pela mais pequena participante, com apenas 5 anos.

Mariana, acompanhada da mãe, do pai e do irmão de 15 anos, destaca-se pela atenção com que faz as tarefas que lhe foram confiadas com um pequeno pincel na mão e tinta branca. A mãe vai dando algumas dicas sobre o que é preciso fazer a seguir e, sobretudo, para que a pequena não fique completamente pintada de branco quando, inadvertidamente, lá se vai encostando ao muro acabado de pintar.

“A primeira vez que participámos ela tinha apenas 3 anos. Em 2015, não pudemos vir, mas este ano não podíamos faltar”, conta Maria João Almeida, que garante não ter sido difícil convencer o filho de 15 anos a participar também. “Ele disse logo que sim e veio a família toda.”

Para Maria João, o Setúbal Mais Bonita é um projeto importante, que “deve continuar”, não só porque contribui para “dar outra imagem à cidade, mas também porque é um momento de convívio e diversão para quem participa”.

A mobilização das pessoas e o convívio são caraterísticas do projeto municipal sublinhadas pelo vereador Carlos Rabaçal, que também contribui para deixar mais bonito o muro entre o Mercado 2 de Abril e o Centro Elmano Sadino, bem como espaços de outros bairros sociais.

Cerca de quatro centenas de voluntários participaram em mais de três dezenas de intervenções de requalificação do espaço público e partes comuns de prédios, com destaque para a adesão de três novos bairros ao Setúbal Mais Bonita, Afonso Costa, Quinta dos Vidais e 2 de Abril.

“O exemplo dos anos anteriores foi falado e as pessoas querem fazer o mesmo que os outros fizeram. É um exemplo de bem-fazer, um movimento de boas vontades, de mobilização e participação que muita gente pensou que não resistiria, mas que tem vindo a crescer. O resultado do Setúbal Mais Bonita é real, a cidade fica mais bonita e o ambiente urbano onde as pessoas vivem fica melhor”, sublinha o autarca

Pinturas de galerias e interiores de escada nos vários bairros, bem como de espaços públicos, sobretudo muros, ações de limpeza nas Manteigadas e na Alameda das Palmeiras e, neste bairro, também criação de espaços verdes, foram as principais intervenções realizadas em São Sebastião.

De salientar ainda nesta freguesia a pintura do muro envolvente à Vila Maria, numa ação proposta por moradores do bairro, apoiados por uma artista plástica.

Os irmãos José e Paulo Braz Pinto já tinham pintado o muro em 2011, juntamente com outros moradores do bairro, mas a cor branca deu lugar a muitos graffitis e sujidade. Por isso, este ano tiveram uma ideia diferente. “O muro é pintado em três tons de azul, terá um desenho e as palavras Vila Maria pintadas sobre um bonito sol amarelo.”

O desenho vai tomando corpo e lá se vai vendo surgir ainda o mar e os golfinhos.

O presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião, Nuno Costa, acompanha de perto as várias ações e sublinha a adesão crescente de voluntários nesta jornada anual de trabalho e de convívio.

“Há muitas famílias a participar, com pais, filhos e avós, e esta é a característica principal. O trabalho faz-se sempre num ambiente de grande alegria e solidariedade. As pessoas não sentem que vão trabalhar, sentem que vão conviver e passar um bom dia.

No centro da cidade, já no território da União das Freguesias de Setúbal, é possível ver grupos de pessoas a trabalhar na requalificação de vários espaços, mas um deles salta à vista pela transformação que possibilitou a um antigo prédio em avançado estado de degradação.

Trata-se de um edifício no Quebedo, que está a ser pintado de rosa, branco e bege por elementos do Agrupamento de Escoteiros Setúbal Sado e do São Domingos Futebol Clube.

Alexandra Pereira, representante dos escoteiros, vai dando dicas às crianças, entre os 7 e os 11 anos, que garantem estar a divertir-se. “Está a ser muito giro. Estamos a adorar”, garantem os pequenos.

Apesar da diversão, estão muito concentrados em fazer um bom trabalho, que, aos poucos, dá uma nova imagem àquele espaço.

Noutro local da freguesia, no Bairro Grito do Povo, cerca de cinquenta dezenas de pessoas, com destaque para uma boa participação de crianças e jovens, pintam um mural, junto do rinque desportivo, com o apoio de dois artistas plásticos, Rita Melo e Ricardo Cristas.

A ideia foi proposta pelo grupo Luta pela Juventude, do qual faz parte Rogério Conceição, 17 anos. “Chamámos a este mural ‘Grito dos Pescadores’, porque o objetivo é que ele represente as raízes históricas dos bairros Grito do Povo e dos Pescadores.”

A ideia foi trabalhada em conjunto com os dois artistas que criaram as imagens de acordo com a mensagem que os jovens queriam transmitir. Assim, é possível ver surgir no mural elementos que fazem lembrar a história daquela zona da cidade, como conserveiras, pescadores, latas de conservas e o castelo velho.

O Setúbal Mais Bonita envolveu também propostas do movimento associativo, como o Grupo de Escoteiros 231 de Vila Nogueira de Azeitão, que, além da parte interior da sede do grupo, arranjou e pintou o Fontanário de Aldeia Rica, que “se encontrava muito sujo e cheio de graffitis”, explica o chefe Nix.

Um pouco mais à frente, em Aldeia de Irmãos, cinco elementos do Grupo de Ciclistas Azeitonense pinta o interior e a fachada da sede, bem como um muro que a rodeia, e já se pensa em próximas edições do projeto municipal. É que, explica o diretor do grupo, Raúl Quintas, “a casa de banho e o muro em redor, que está a ceder devido às chuvas, precisam de ser arranjados”.

Quanto a outras iniciativas propostas por coletividades é ainda de salientar as pinturas nas sedes e campos de futebol do Clube Desportivo, Cultural e Recreativo de Gâmbia, da União Desportiva e Recreativa das Pontes e do Alto da Guerra Sport Clube.

Já na freguesia do Sado, foi a própria junta que propôs ações, como a pintura do muro junto da Central Termoelétrica de Praias do Sado e de outros muros na Rua Portal do Sado, num parque infantil, na Rua Quinta do Meio, na Estrada de Santo Ovídio e na Rua Alves Redol.

O trabalho na freguesia do Sado é feito, também, com “grande animação”, como sublinha o presidente da junta, Manuel Véstias. “É uma iniciativa importante para alindar o concelho e em termos da envolvência das pessoas na salvaguarda do património público. As pessoas fazem o trabalho com alegria, mas também com grande profissionalismo.”

A sexta edição do Setúbal Mais Bonita, projeto da Câmara Municipal em parceira com as juntas de freguesia, teve início na sexta-feira com dezenas de intervenções em 22 escolas do concelho, que envolveram cerca de seis mil pessoas, entre alunos, pais, professores e pessoal não docente.

Além da participação cidadã, é ainda de destacar o envolvimento mecenático de empresas e instituições, como são os casos da Barbot, que forneceu as tintas utilizadas nas intervenções a um preço reduzido, t-shirts e bonés para os voluntários, do Pingo Doce, da Refrige, do Alegro, do Jumbo, da Águas do Sado, da EDP, dos TST e dos jornais Diário da Região, Semmais e Setúbal Mais.

 

Fonte: Distrito noticias da região

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Coloque o seguinte código de segurança * Time limit exceeded. Please complete the captcha once again.