Hotel Turismo da Guarda integrado no programa “Revive” para renascer

0
16
SONY DSC

O Hotel Turismo da Guarda passou a fazer parte da lista de imóveis abrangida pelo programa “Revive”, que visa abrir o património ao investimento privado para desenvolvimento de projectos turísticos. A concessão será feita, por concurso público, a investidores nacionais e estrangeiros. Dentro dias será lançado o concurso público para a concessão do Hotel Turismo a privados.
O “Memorando de Entendimento REVIVE” relativo àquela unidade hoteleira foiassinado na tarde da passada Terça-feira, na Câmara da Guarda. Uma cerimónia que contou com a presença da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e que foi antecedida por uma visita às degradadas instalações do hotel, encerrado há sete anos.
Na sua intervenção, o presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, começou por recordar as duas tentativas falhadas de o Estado resolver o problema do Hotel, esperando agora que este modelo possa resultar. E elogia o facto de haver uma cláusula que impõe ao comprador um prazo máximo de quatro anos para abrir aquela unidade hoteleira e uma outra que prevê que não seja necessário uma ocupação total do espaço.
O autarca já disse que se houver interessados será o primeiro a aplaudir. Mas, se o resultado não for satisfatório, a autarquia está na disposição de o adquirir, embora Álvaro Amaro acredite que será a economia privada a comprá-lo.
Depois de ouvir o autarca relembrar o passado, a secretária de Estado do Turismo começou desde logo por dizer que não gosta de «novelas intermináveis onde não se identificam as metas». «E foi por isso que criámos o programa Revive e inte-grámos o Hotel», acrescentou. Ana Mendes Godinho espera que aconteça com o hotel o que ocorreu com o Convento de São Francisco, em Elvas: «em seis meses conseguimos lançar o concurso, ter o projecto aprovado e há quinze dias a obra começou». «O meu compromisso convosco é ainda este mês inve-stidores que estejam interessados terão a porta aberta para concorrer e todo o nosso incentivo para que acreditem no projecto e o transformem naquilo que ele é, ou seja o coração da Guarda», assegurou.
Recorde-se que a nova solução para o hotel foi anunciada pela secretária de Estado na sessão inaugural da Feira Ibérica de Turismo, tendo mesmo adiantado que seria ainda em Junho que se procederia ao lançamento do «novo projecto que pretende que seja não só um hotel, mas também um espaço e um polo de criação de emprego também para a região da Guarda». Ana Mendes Godinho acrescentou, na altura, que o futuro hotel será «um espaço de formação de estágios e de formação de final de curso para aqueles que já estudam na região», para que cada vez mais seja feita «a ponte entre quem está nas escolas e quem vai para o mercado de trabalho».
O edifício do Hotel de Turismo da Guarda foi vendido em 2010 pela Câmara da Guarda, então liderada pelo socialista Joaquim Valente, ao Turismo de Portugal, por 3,5 milhões de euros, para ser recuperado e transformado em hotel de charme com escola de hotelaria, mas o projecto não saiu do papel e o imóvel está de portas fechadas e a degradar-se.
Em 2015, a Direcção-Geral do Tesouro e Finanças realizou uma hasta pública para venda do edifício que ficou deserta. O imóvel foi posteriormente colocado à venda, pelo valor de 1,7 milhões de euros, através de um concurso público de arrendamento com opção de compra, mas a empresa interessada no negócio desistiu.
A solução passou agora pela integração do imóvel numa bolsa de edifícios históricos, a serem conces-sionados, por concurso público, a investidores nacionais e estrangeiros. Numa primeira fase, dada a conhecer o ano passado, a lista de concessões englobava 30 edifícios, sendo actualmente 33. A secretária de Estado do Turismo anunciou, na Guarda, que há 302 investidores interessados no “Revive”, dos quais 60 estrangeiros.

Fonte:Diário Terras da Beira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Coloque o seguinte código de segurança * Time limit exceeded. Please complete the captcha once again.