Idanha-a-Nova vai ter centro de documentação de medicinas tradicionais

0
5

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova vai inaugurar em março, um centro de documentação de medicinas tradicionais e produção biologia.

Armindo Jacinto explicou ao Diário Digital Castelo Branco que o centro é composto por mais de 11 mil volumes, um acervo que  veio do Canadá através de dois franceses;  Jean-Claude Rodet e Francine Fleury.

Jean-Claude Rodet é autor de muitos livros e foi o fundador em Portugal da Agrobio .O escritor e cientista francês implementou também na Europa, Estados Unidos e Canadá um grande conjunto de iniciativas ligadas à produção biológica e medicinas não convencionais.

“Em Idanha-a-Nova queremos que questões como o bem-estar associado ao meio ambiente e as medicinas não convencionais sejam temas  debatidos e discutidos, e com isso consigamos trazer também investidores a investir na economia verde” afirma o autarca Idanhense.

O investimento que a autarquia tem feito nesta área, faz com que o concelho ganhe simpatias e por isso Jean-Claude Rodet escolheu Idanha para colocar este acervo. “Esta é mais uma iniciativa que muito vai engrandecer Idanha-a-Nova nesta matéria” conclui Armindo Jacinto.

O Centro de documentação, deverá ser inaugurado no dia da água, é constituído por 11 mil livros, e estará disponível em 4 línguas, português, inglês, francês e espanhol

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Coloque o seguinte código de segurança * Time limit exceeded. Please complete the captcha once again.