Portalegre: Barragens com níveis abaixo da média

0
6

As barragens da Apartadura e Caia, no distrito de Portalegre, apresentam níveis de armazenamento abaixo da média devido à pouca chuva. Na Apartadura a situação é “preocupante”. Segundo o autarca de Marvão Vítor Frutuoso, a barragem está a 60% da sua capacidade.

Vítor Frutuoso alerta ainda para o facto do Açude do Carvalhal em Alvarrões, no concelho de Marvão, que “supostamente” deveria fornecer água à barragem da Apartadura não estar a ser aproveitado devidamente.

De acordo com o autarca há dúvidas sobre “quem manda” no Açude, há um vazio de comando e uma lacuna na política de aproveitamento de recursos hídricos.

A barragem da Apartadura, a mais pequena em termos de capacidade do distrito de Portalegre, é utilizada para rega e abastecimento dos concelhos de Marvão, Portalegre e Castelo de Vide, alimentando ainda a localidade de Montalvão, no concelho de Nisa.

Na barragem do Caia, que tem a maior albufeira do distrito de Portalegre, estendendo-se pelos concelhos de Arronches, Campo Maior e Elvas, a situação “não é muito preocupante”, apesar do nível de armazenamento se situar nos 45%.

Em declarações à Rádio Portalegre, Luís Rodrigues, da Associação de Beneficiários do Caia, refere que o nível de armazenamento se situa abaixo do registado na última década, mas chega para garantir uma campanha de rega normal e assegurar o abastecimento às populações.

As barragens portuguesas estão com níveis de armazenamento abaixo da média. O caso mais grave é o da bacia hidrográfica do Sado, que regista um nível de armazenamento de 27%, de acordo com o último boletim do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos.

Carla Aguiã

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Coloque o seguinte código de segurança * Time limit exceeded. Please complete the captcha once again.