Prémio CES atribuído a Alexandre Marcussi

0
5

Alexandre Almeida Marcussi, professor de História da África na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), é o grande vencedor da 10.ª edição do Prémio CES para Jovens Cientistas Sociais de Língua Portuguesa. Em nota de imprensa, o Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra revela que o júri – constituído por Cristiana Bastos (Instituto de Ciências Sociais), José Castiano (Universidade Pedagógica de Moçambique), José Neves (Universidade Nova de Lisboa) e Raquel Maria Rigotto (Universidade Federal do Ceará), e presidido pelo director do CES, Boaventura de Sousa Santos – «elegeu como vencedor, por unanimidade, Alexandre Marcussi, com o trabalho “Cativeiro e Cura – Experiências religiosas da escravidão atlântica nos calundus de Luzia Pinta, séculos XVII-XVIII”». O trabalho distinguido, sintetiza o CES, «consiste numa análise das práticas religiosas de origem africana conhecidas como calundus, denominação aplicada a cerimónias disseminadas na América portuguesa entre os séculos XVII e XVIII, frequentadas por africanos, afrodescendentes e brancos».

Fonte:Diário de Coimbra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Coloque o seguinte código de segurança * Time limit exceeded. Please complete the captcha once again.