Vila do Bispo é a décima terceira autarquia mais transparente do país

0
4

De acordo com os dados apresentados pela organização não-governamental TIAC – Transparência e Integridade, Associação Cívica, o Município de Vila do Bispo encontra-se no 13.º lugar do ranking dos 308 municípios mais transparentes do país, cuja pontuação obtida, referente ao ano 2016, coloca Vila do Bispo como a autarquia mais transparente a sul do Tejo e a décima terceira mais transparente do país.

Os resultados foram conhecidos ontem, dia 8 de fevereiro, numa cerimónia que decorreu na Universidade de Aveiro, os quais podem ser consultados através do seguinte link: http://poderlocal.transparencia.pt/

Perante este resultado, a Câmara Municipal congratula-se com a posição conquistada, uma vez que reflete os objetivos do atual Executivo liderado pelo presidente Adelino Soares, e que assenta fundamentalmente no esforço de implementar uma gestão municipal rigorosa e transparente, o que possibilita ao munícipe um maior conhecimento da atividade camarária.

Recorde-se que, em 2015, Vila do Bispo conquistou o décimo lugar a nível nacional obtendo uma pontuação de 81,32 % no ITM e que em 2016 obtive o 13º lugar, com uma pontuação de 92,86 % no ITM, contudo, apesar de obter uma posição inferior no ranking a nível nacional, disponibilizou mais informação aos cidadãos que no ano transato (+11,54 %).

Nos indicadores Relação com a Sociedade, Transparência Económico-Financeira e Transparência na área do Urbanismo, a Câmara Municipal está satisfeita com os resultados obtidos, uma vez que obteve 100% da classificação atribuída a estes indicadores no Índice de Transparência Municipal.

Refira-se que o ITM mede o grau de transparência das Câmaras Municipais através de uma análise da informação disponibilizada aos cidadãos nas páginas eletrónicas municipais, cujo método é composto por 76 indicadores agrupados em sete dimensões, a saber: 1) Informação sobre a Organização, Composição Social e Funcionamento do Município; 2) Planos e Relatórios; 3) Impostos, Taxas, Tarifas, Preços e Regulamentos; 4) Relação com a Sociedade; 5) Contratação Pública; 6) Transparência Económico-Financeira; 7) Transparência na área do Urbanismo.

Saliente-se por último que, a TIAC, é uma organização não-governamental, que tem como missão combater a corrupção, avaliando o grau de transparência de cada município, onde para o efeito procede a uma análise da informação disponibilizada aos cidadãos nos portais das Câmaras Municipais. A TIAC é a representante em Portugal da rede global anticorrupção Transparency International.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Coloque o seguinte código de segurança * Time limit exceeded. Please complete the captcha once again.